Shaken baby syndrome – Dois casos clínicos

Autores: 

Mara Ferreira, S Teixeira, J Cabral, B Feijóo, A S Silva, F Esperancinha

Resumo: 
     Introdução: O "shaken baby syndrome" (SBS) é um quadro clínico constituído por hemorragias intracranianas e intra-oculares, sem sinais de traumatismo crânio-encefálico (TCE) directo, em crianças geralmente com idade inferior a 2 anos. Perante a suspeita de maus tratos, a observação oftalmológica é mandatória na investigação desta síndrome com implicações médico-legais.
     Material e resultados: Os autores fizeram um estudo dos casos de bebés com suspeita de SBS no HFF. dos quais são apresentados dois, e avaliaram a frequência de lesões oculares (auxiliares preciosos no diagnóstico), encontradas neste universo.
     Conclusões: A confirmação de maus tratos infantis é muitas vezes difícil. Os achados oftalmológicos do SBS, se bem que partilhados por outras doenças, como as coagulopatias e as hemorragias fisiológicas do recém-nascido, quando enquadrados nos restantes sinais da síndrome têm características quase patognomónicas, de modo que a sua presença é um dado muito relevante no diagnóstico. Assim sendo, a observação pelo oftalmologista pode pôr a descoberto a ponta do iceberg desta patologia com implicações visuais, orgânicas e psicológicas graves nas crianças.

 

Publicado: 
na Revista da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, Vol. XXX, n.º 6, pág 285-290, Novembro-Dezembro de 2006
Artigo pdf: